Prefeitos da GRANFPOLIS buscam informações sobre o Kit Ponte Metálica

Publicado em 14/01/2020 às 14:52 - Atualizado em 14/01/2020 às 14:53

Os vice-presidentes da Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis, prefeitos Ramon Wollinger, de Biguaçu, e Edésio Justen, de Santo Amaro da Imperatriz, e o prefeito de São Bonifácio, Ricardo de Souza Carvalho, estiveram nesta segunda-feira (13), na Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em busca de informações mais detalhadas a respeito do fornecimento aos municípios do chamado Kit Ponte Metálica, composto por peças utilizadas na reforma da Ponte Hercílio Luz.

Todo o aço que serviu de sustentação para a restauração da Ponte Hercílio Luz servirá de base para a construção de até 835 pequenas pontes no interior do Estado, por meio de parceria entre Estado e municípios. O Estado fornece as pontes e cabe aos municípios o transporte das mesmas, a construção das cabeceiras e lajes.

Os prefeitos foram recebidos pelo Chefe da Defesa Civil Estadual João Batista Cordeiro Junior, e pela engenheira Fernanda Oliveira.

Segundo João Batista, as pontes terão até 12 metros de comprimento e substituirão pontes precárias, em sua maioria feitas de madeira. A Defesa Civil está solicitando celeridade aos municípios interessados.

Mais de 130 pontes foram solicitadas por prefeitos da Grande Florianópolis. Os técnicos da Defesa Civil avaliam as condições técnicas de cada caso e auxiliam os municípios no levantamento dos custos. “A capacidade dos municípios para a contrapartida, as condições técnicas do local e a quantidade de kits para cada metragem estão em análise”, diz o Chefe da Defesa Civil de Santa Catarina.

As instruções normativas para o Kit Ponte Metálica podem ser acessadas em: http://www.defesacivil.sc.gov.br/index.php/banco-de-precos/cat_view/49-kit-ponte-metalica.html.

João Batista acredita na redução de custos para os municípios devido a manutenção que é necessária para pontes de madeira, por exemplo. Além disso, por ser material da Ponte Hercílio Luz, os municípios poderão desenvolver o turismo histórico.

Todas as informações colhidas junto a Defesa Civil serão repassadas aos demais prefeitos da região.